Notícias

Meio ambiente é foco em congresso de peritos criminais

Com programação diversificada, XXII Congresso Nacional de Criminalística chega ao quarto dia com apresentações sobre tecnologias aplicadas à perícia, documentoscopia, balística e crime ambiental



Deputado Cláudio Abrantes e o vereador Alberto durante mesa redonda na XXII CNC/ Foto: Miguel Ribeiro

Deputado Cláudio Abrantes e o vereador Alberto durante mesa redonda na XXII CNC/ Foto: Miguel Ribeiro


Brasília, 17 de setembro de 2013 –
“Engenharia Legal e Meio Ambiente” é tema de ciclo de palestras a ser apresentado na tarde desta terça-feira (17), no XXII Congresso Nacional de Criminalística (XXII CNC). Realizado pela Associação Brasiliense de Peritos em Criminalística (ABPC), a conferência acontece até o dia 19 de setembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, e abordará diversas áreas relacionadas à perícia criminal.

Sob o tema “A Perícia a Serviço da Sociedade”, profissionais de perícia, especialistas e pesquisadores de várias partes do mundo apresentam trabalhos no maior evento de perícia oficial do país. Na manhã desta terça, durante a palestra “Antropologia forense e investigação criminal”, a professora catedrática da Universidade de Coimbra (Portugal) Dr. Eugênia Cunha destacou a necessidade de interação entre os diferentes profissionais de perícia. “O segredo está em saber trabalhar em equipe”, afirma.
Lavagem de dinheiro e investigação financeira foram matérias de apresentação do perito criminal federal Eduardo Siqueira. O especialista destacou que a investigação financeira e a investigação criminal se complementam. De acordo com Siqueira, a partir da análise de dados financeiros, é possível encontrar traficantes e empresas que apoiam ações criminosas.
O deputado distrital Cláudio Abrantes e o vereador de Porto Alegre Alberto Kopittke também marcaram presença no evento, participando de mesa redonda sobre segurança pública. Abrantes abordou a necessidade de diálogo entre os operadores da segurança pública e a sociedade civil. “As manifestações mostraram que a sociedade não está satisfeita com sua participação nas ações do Estado, e isso inclui a Segurança Pública. A relação direta com a sociedade civil é extremamente necessária”, pontuou o deputado. Abrantes destacou ainda os 140 conselhos comunitários de segurança do DF como forma de interação com a população.

Novidades tecnológicas
O XXII CNC acontece paralelamente ao V Congresso Internacional de Perícia Criminal e à XXII Exposição de Tecnologias Aplicadas à Criminalística. Uma das novidades que será demonstrada é o laboratório móvel que vai ao local onde ocorreu o crime e analisa as amostras na hora, sem a necessidade de enviar as amostras a um laboratório. Ele funciona como um laboratório tradicional e pretende otimizar o tempo das investigações, além de evitar que ocorram adulterações nas amostras. Segundo a Agilent, empresa que vai apresentar o laboratório, a tecnologia já é usada com sucesso em alguns países e agora chega ao Brasil.

Outro destaque é o estande da Cellebrite, empresa que desenvolve tecnologia forense móvel para aparelhos eletrônicos. A exposição traz as mais recentes tecnologias para a análise investigativa e produção de provas forenses a partir de informações extraídas de telefones celulares, smartphones, tablets e GPS.

Inscrições
As inscrições podem ser feitas durante o evento, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Outras informações no site: http://www.criminalistica2013.com.br.

Patrocinadores
O XXII CNC é uma realização da ABPC, em parceria com a Associação Brasileira de Criminalística, e conta com o apoio do Governo do Distrito Federal, Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Polícia Civil do Distrito Federal, Câmara Legislativa do DF, Universidade de Brasília e Federal Bureau of Investigation. O evento também é patrocinado por: Agilent, Cellebrite, MicroSystemation, Regula Forensics, Life Technologies, Renishaw, Berkana, Bruker do Brasil, ChemImage, CK, IntegenX, ThermoScientific, Lodox, dpUNION, Santiago & Cintra, GE Healthcare, GURTEQ.

Histórico
É a terceira vez que Brasília sedia o congresso. O último foi realizado em Gramado (RS), em outubro de 2011, com o tema central “A Perícia Criminal à Luz dos Direitos Humanos”. O primeiro evento foi realizado em 1947, em São Paulo, com o nome de Congresso Nacional de Polícia Técnica e a segunda edição aconteceu em 1966, agora como Congresso Nacional de Criminalística. Desde sua terceira edição, promovida em Porto Alegre (RS), em 1975, o congresso ganhou periodicidade e passou a ser realizado a cada dois anos.

 

Sobre a ABPC – A Associação Brasiliense de Peritos em Criminalística (ABPC) é a entidade de classe dos Peritos Criminais da Polícia Civil do Distrito Federal. Entre seus principais objetivos está a promoção de condições para o desenvolvimento científico, cultural e social de seus associados e o desenvolvimento da criminalística no Distrito Federal e no Brasil. A ABPC tem ainda como meta oferecer à sociedade um trabalho de excelência produzido pelos Peritos Criminais. Para isso, a entidade procura dar condições a seus associados de atualização, pesquisa e apoio técnico, assim como integração e intercâmbio com instituições acadêmicas e de pesquisa.

SERVIÇO:
XXII Congresso Nacional de Criminalística
Quando: de 14 a 19 de setembro de 2013
Onde: Centro de Convenções Ulysses Guimarães, Ala Sul, 1º andar.
Brasília-DF.
Inscrições e outras informações: http://www.criminalistica2013.com.br

ASSESSORIA DE IMPRENSA – ABPC
Proativa Comunicação
Contatos: Larissa Leite (61 9821-5423) / Kadydja Albuquerque (61 8277-8382) / Nayara Machado (61 8216-0982)/ Flávio Resende (61 9216-9188)
Tel.: (61) 3242-9058
E-mail: atendimento4@proativacomunicacao.com.br
Twitter: @ProativaC

 

(61) 3242-9058 SIG Quadra 1 Lotes 495, 505, 515, Ed. Barão do Rio Branco, Salas 209/210, CEP: 70610-410 Brasília – DF
proativa@proativacomunicacao.com.br
Copyright 2013 · Todos os direitos reservados · www.proativacomunicacao.com.br