Notícias

Lean Startup é a metodologia por trás do crescimento dos incubados no Hackacity Guará

Empreendedores locais são beneficiados com mentorias que impulsionam projetos para uma cidade inteligente  | Créditos: Diogo Leon Xavier
Validação, experimentação e crescimento constroem o método faseado e adotado pelo programa oferecido gratuitamente

 

Cidades inteligentes são construídas de maneira revolucionária. Este é o Hackacity Guará, um projeto de incubação de ideias apresentadas, analisadas, melhoradas e postas em prática para tornar o Guará uma cidade mais humana, inclusiva, segura e sustentável. Ao longo dessa jornada, os projetos se desenvolvem sempre com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 e a Carta Brasileira para Cidades Inteligentes.

O Hackacity oferece auxílios aos empreendimentos iniciais, além de ofertar serviços técnicos, mentorias e capacitações com uma perspectiva gerencial sem custo. Com o principal intuito em realizar incubações de negócios que tenham capacidade de prospecção e bases sustentáveis, o projeto insere as ideias a uma seleção faseada.

Um dos projetos desenvolvidos é a escola de capacitação e qualificação Komuniki, da gestora Kelly Farias, que considera a incubadora um caminho de aprendizagem e crescimento. “Estou aprendendo a cada semana, principalmente a conhecer a ‘persona’ (meu público). Acho super válida esta oportunidade e estou amando aprender com a mentora Juliana e ter esse networking”, avalia a empreendedora.

Seguindo a metodologia Lean Startup, antes de um empreendimento iniciar sua fase de crescimento, ele é submetido a duas fases anteriores, conforme explica a coordenadora pedagógica, Juliana Martineli. Na validação, existe a apresentação da ideia de negócio para uma avaliação da sua possibilidade dentro do mercado após os testes e ajustes.

“Além de melhorar a organização da rede de networking, buscamos qualificar a gestão e os resultados dos negócios locais. Nossa mentorias capacitam os incubados para captação de recursos de fomento, caso o negócio seja validado na incubadora”, explica Juliana Martineli.

Com a aprovação inicial dos empreendedores, o produto é submetido aos testes das hipóteses por meio da experimentação, através da criação de produtos mínimos viáveis (MVPs), que são versões simplificadas da realidade, úteis para uma idealização mais palpável do futuro sobre a reação do mercado diante da ideia. Por fim, a Lean Startup insere o negócio na fase final, o crescimento.

“Focamos no bem estar social e na formação do cidadão completo, humanista e transformador, buscando a ênfase na conformidade, cumprimento das atividades com disciplina e foco. Dessa forma, é possível trilhar um caminho promissor, mais linear e previsível. O Hackcity ensina a empreender e ser criativo nesse mercado em constante mudança”, afirma Cristiane Pereira, coordenadora do Hackacity Guará.

O Hackacity, além de uma incubadora de projetos, é também uma maneira de aprendizagem dentro do mercado. Por isso, mesmo após a última fase, o aprendizado contínuo e iteração ainda se aplica. O mercado está em constante mudança, logo as empresas precisam estar sempre adaptáveis a elas e às necessidades dos clientes, mantendo sempre o ideal da sustentabilidade, que mantém a idealização inicial da empresa.

O Hackacity Guará é uma iniciativa do Codese-DF, com o apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Administração do Guará e Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil. 

 

SERVIÇO:

 

Incubadora de Projetos Hackacity Guará

Local das aulas: Auditório da Administração Regional do Guará, QE 25 do Guará II

Período das aulas: Abril a Julho de 2024

Informações: https://hackacity.com.br/

Veja Também

Open chat